Games Atuais e Retrogames em Geral


    Lost in Lost

    Compartilhe
    avatar
    Gold
    Administrador
    Administrador

    Número de Mensagens : 1662
    Idade : 34
    Warn : 0%
    Data de inscrição : 13/04/2008

    Lost in Lost

    Mensagem por Gold em Sex 15 Maio 2009, 22:08

    Eai viram o ultimo ep? gostam da serie? (o joaovoltinha num vale ja que nao gosta de nada...)


    Spoiler:
    Início de episódio e logo de cara a enigmática cena com o homem que descobriríamos ser o tão falado, mas nunca antes visto Jacob. O mais curioso da cena, além de remeter a uma prática antiga (tecelagem artesanal), vem do fato daquela tapeçaria fazer referência tanto à cultura egípcia quanto à grega.

    [list]

    O olho de Hórus por exemplo, é considerado um dos amuletos mais importantes e significativos da cultura egípcia. Seu significado? Proteção e poder. Já a frase escrita em grego ΘΞΟΙ ΤΟΣΑ ΔΟΙΞΝ ΟΣΑΦΡΞΣΙ ΣΗΣΙ ΜΞΝΟΙΝΑΖ significa, segundo o pessoal do AudiblyLost, “Que os céus (os deuses?) lhe dêem tudo o que o seu coração desejar.” De onde essa frase saiu? Do 6º livro da “Odisséia” de Homero.






    Tenho certeza que muitos de vocês tiveram a mesma percepção ao verem a cena de Jacob com seu declarado antagonista ainda sem nome. Que percepção é essa? A de que os dois representavam os lados diametralmente opostos de uma batalha de ideologias, ou mais resumidamente de crenças entre destino e livre arbítrio e porque não dizer, do bem contra o mal. Curioso aliás, notar que Jacob estivesse de branco e seu adversário de preto meio que simbolizando que um é a luz e o outro a escuridão, o que também não deixa de nos remeter àquela cena do piloto da série quando Locke explica o gamão a Walt, lembra?


    Ainda sobre esses dois misteriosos e agora sem dúvida nenhuma, importantes personagens, fica no ar as possíveis referências que podem ser extraídas a partir deles. Uma delas? Jacó (Jacob) e Esaú, irmãos descritos no livro de Gênesis na Bíblia. Faz sentido? Para mim, totalmente, sobretudo se pensarmos na ilha como a mãe que favorece o filho que crê na bondade do homem, relegando o outro que despreza essa ideia e deseja aquele lugar todo para ele. A questão aqui é: será que nessa história de Lost, os dois personagens acabarão se reconciliando como os irmãos da Bíblia? A conferir.






    E aquele navio, hein? Depois da cena de Alpert no episódio passado, tivemos mais uma alusão clara ao navio Black Rock. Será que foi aquele momento que marcou a chegada de Richard Alpert ao lugar também, já que se especula que o cara que não envelhece (graças a Jacob como ele mesmo revelou) pudesse ter feito parte do navio capitaneado por Magnus Hanso, avô de Alvar Hanso, principal financiador da Dharma? A resposta para isso provavelmente virá, espero eu, na última temporada. Agora, sobre o mistério de como o Black Rock foi parar no meio da floresta, só consigo imaginar que a carga eletromagnética tenha ‘culpa’.






    Sobre a estátua que finalmente foi vista com toda sua imponência, muita gente vem comentando sobre a possibilidade dela fazer referência ao deus egípcio Sobek e não à Tawaret como eu mesmo imaginava depois que vimos aquela cena do episódio 5x08 “LaFleur”. Sobek era tido como o deus que cria o caos, mas que também o que repara a maldade. Na essência ele não era bom, mas consertava coisas que davam errado, como por exemplo a forma como as pessoas morreram. Uma dica que pode estar relacionada ao futuro do, por enquanto falecido Locke? Pode ser. Mas, o que vale destacar também é que embora a cabeça da estátua lembre a de um crocodilo (a representação de Sobek), o corpo parece ser uma junção de outros deuses como a própria Taweret, Anubis e por aí vai.


    AS VISITAS DE JACOB


    Uma das discussões mais antigas da série sempre foi a de se saber se aquelas pessoas do voo Oceanic 815 teriam (pelo menos em parte) sido escolhidas ou no mínimo direcionadas a seguirem um determinado caminho na vida que acabasse por levá-las à ilha. Em “The Incident” tivemos a confirmação de que pelo menos 6 daquelas pessoas foram, ainda que sutilmente, influenciadas a fazerem certas escolhas. E nada melhor que descobrir que a voz do livre arbítrio (trabalhando a favor do destino, talvez?) na vida daquelas pessoas fosse ninguém mais ninguém menos do que Jacob em pessoa. Presente em várias épocas, mas sempre com a mesmíssima aparência, o vimos visitando Kate, Sawyer, Sayid, Locke, Sun & Jin, Jack e Hurley em momentos chave de suas vidas.


    Curiosidade: notaram que Jacob fez questão de tocar cada um deles? Haveria algum significado maior nesse gesto, talvez? Algo como deixar uma marca?

    O mistério: como Jacob saía com tanta facilidade da ilha?






    O início(?) da vida bandida rebelde de Kate testemunhada por Jacob. Ao lado de seu namoradinho de infância Tom (aquele do aviãozinho e que morreu ao ajudá-la numa fuga, lembra?), a pequena Kate além de ser mão leve provou outra coisa: tinha um péssimo gosto musical. Roubar lancheira do New Kids on the Block, Kate? Tsc tsc...






    No momento mais traumático de sua vida, James Ford foi indiretamente incentivado por Jacob a alimentar a promessa de vingar seus pais escrevendo aquela carta que vimos pela primeira vez ainda na 1ª temporada. O incentivo faria com que James se tornasse exatamente o mesmo tipo de homem que destruiu sua vida, mas também o motivo dele ter ido parar na ilha onde finalmente conseguiu dar fim à promessa feita ao verdadeiro Sawyer (Anthony Cooper, pai de Locke) e encontrar a redenção que tenta procurava.






    Muitos dizem que Jacob teria sido o responsável pela chocante morte* de Nadia. Discordo. Para mim ele salvou Sayid de morrer junto e com isso deu início à fome de vingança que aproximou o iraquiano de Ben Linus e que finalmente acabou levando-o de volta à ilha.


    *Curiosidade: perceberam que esse novo atropelamento foi muito semelhante aos que ocorreram com Michael e depois com o ex-marido de Juliet? Obviamente não há nada de mais por trás disso, mas vale o registro.






    Jacob lendo o livro chamado Everything That Rises Must Converge (Algo como Tudo que se Ergue Tem que Convergir) escrito por Flannery O’Connor. Essencialmente o livro explora o mistério em torno de Deus e a jornada do homem comum que a autora classifica como espiritualmente perdido, na busca por redenção. Uma leitura certamente bastante coerente para o discurso de Jacob, não?


    Sobre a visita a Locke, impossível não se chocar com a cena, não é mesmo? Agora, será que é exagero imaginar que o toque de Jacob tivesse o poder de dar uma sobrevida a alguém que na teoria não deveria sobreviver a uma queda daquelas? Hum...






    Além de poliglota, afinal vimos Jacob falando pelo menos duas línguas diferentes do inglês, a visita que ele fez ao casal de coreanos foi interessante por 1) mostrar ainda que por flashbacks Sun e Jin juntos dentro da temporada e 2) por marcar a mensagem no coração dos dois de que eles deveriam cultivar o amor que tinha e cuidar dele, oque de certa forma pode ser o reflexo de todo o esforço dos dois para se reunirem de verdade na ilha.


    Última edição por Gold em Sex 15 Maio 2009, 22:29, editado 1 vez(es)


    --------------------




    avatar
    Gold
    Administrador
    Administrador

    Número de Mensagens : 1662
    Idade : 34
    Warn : 0%
    Data de inscrição : 13/04/2008

    Re: Lost in Lost

    Mensagem por Gold em Sex 15 Maio 2009, 22:08

    Spoiler:
    Dentre todas as visitas, me chamou muita atenção a que ele fez a Jack, já que diferente das demais, ele não disse nada tão significativo ao médico. A função da visita? Dizer explicitamente a Jack que em certos momentos a pressão ou como ele colocou, um empurrão, é essencial para que as coisas funcionem como devem. Fora isso, foi muito curioso ver a construção da cena que mostrou a origem da fala que Jack repetiu a Kate no piloto da série.






    Da conversa que teve com Hurley o mais interessante foi o fato de Jacob ter batido de novo na tecla do livre arbítrio ao dizer que Hurley tinha a opção de voltar à ilha ou não. Fora isso, creio eu que o fato dele dizer ao dude que ele não era maluco e que tinha um dom especial, pode ter sido uma importante dica para o papel que ele poderá desempenhar na batalha de forças ocultas que se desenha na ilha para a última temporada.





    Que papo é esse de candidato que Bram perguntou à Ilana, hein? E o Lapidus pode ser um? Mas a que? Será que assim como o antagonista usou Locke para dar cabo de sua missão de ódio, poderia Jacob talvez usar outra pessoa para atuar por ele? Difícil dizer, mas não faz mal especular, certo?






    Ainda sobre Ilana, parece que agora fica claro para quem ela e Bram trabalham, certo? Visitada por Jacob fora da ilha (era russo o que eles falavam?), sozinha na cama de um hospital, ela ouviu dele o pedido de ajuda. Mas de onde vem a relação deles? Será que Ilana já esteve na ilha antes?






    Bom, considerando que ela sabia onde encontrar a cabana que supunhamos ser de Jacob, acho que é razoável dizer que sim, pelo menos Ilana já esteve na ilha antes. Em que situação? Não faço ideia. Se você faz, fique à vontade para especular. Com relação à ida dela na cabana duas coisas a se destacar: 1) O círculo de cinzas que aparentemente mantinha o antagonista de Jacob cativo naquele lugar estava desfeito, mas que teria desfeito aquilo? E, 2) Ao encontrar o retalho na parede do lugar, é interessante notare que ela e Bram logo tenham identificado o que significava e para onde deveriam ir.






    Bacana a curta homenagem/lembrança feita ao saudoso Charlie na cena em que Sun chega ao antigo bercinho de Aaron e encontra o anel com a inscrição de DS que o roqueiro usava como herança de família que deixara ao pequeno filho de Claire no episódio que marcou a revelação da lista dos melhores momentos de sua vida.






    Bacana ver a reaparição de Vincent e principalmente do casal Rose & Bernard, não? Muito cobrados pelos fãs, o paradeiro do trio foi explicado numa cena rápida, mas não menos enigmática já que tanto Rose quanto Bernard pareceram ter ficado realmente irritados por terem sido descobertos. Fora esse detalhe, outro ponto que chamou a atenção foi o fato de ambos parecerem ter pleno conhecimento de tudo o que estava acontecendo ao redor e não estarem nem aí para o que pudesse acontecer. O que será deles dali para frente? Poderiam eles ser o casal de esqueletos na caverna?






    Um pé, uma morada. Alpert e o ‘Locke bizarro’ chegam ao lar de Jacob. Permanece no ar o mistério em torno de como a estátua acabou destruída. Consequência da bomba, talvez? Só o tempo dirá.


    [img)]http://2.bp.blogspot.com/_3LqIiwCUK90/Sg2RZb2tNyI/AAAAAAAADGU/QPilxo_UzZs/s400/18.Ilana_Alpert.jpg[/img]



    O que há na sombra da estátua? Eu responderia que seria o Jacob, mas Alpert tinha a resposta correta em latim, ‘Ille qui nos omnes servabit’ que traduzido significa ‘ele que vai proteger todos nós.’






    E o Locke, hein? Está definitivamente morto mesmo? Sinceramente espero e torço muito para que Ben esteja errado quando disse que morto é morto. Seria uma grande injustiça para o personagem ver sua história se encerrar daquele jeito, enforcado traiçoeiramente. Como um de meus personagens favoritos, ainda quero ver a redenção de Locke. Imaginem como seria legal se no fim da série o víssemos assumindo o papel que antes cabia a Jacob tornando-se enfim parte da ilha? Viagem? Pode ser, mas vou me segurar nessa esperança.






    O ponto fraco (ou deveria dizer fraquíssimo?) do episódio: as motivações de Jack, Juliet e Kate para seguirem com o plano de detornar a bomba de hidrogênio. Resumidamente Jack e Juliet queriam alcançar a ideia de uma realidade diferente para apagar dores de amores. Jack queria ter outra chance com Kate, mas em outra situação enquanto Juliet queria apagar Sawyer de sua memória para que um dia não tivesse que encarar a decepção de um abandono. Veredicto? R i d í c u l o. Pior que eles só mesmo a Kate que em questão de segundos mudou de opinião e ignorou o objetivo que tinha ao voltar à ilha: encontrar a mãe de Aaron.






    À espera de uma nova realidade que não veio (será que ainda vem?), Jack, Kate, Sawyer e Juliet surpreendem-se a ver que a bomba não havia detonado no impacto como Sayid disse que ocorreria.






    Resposta de um mistério dada. Finalmente vimos a origem do acidente que fez com que Pierre Chang / Marvin Candle acabasse perdendo o braço. Ah, mas foi só a mão, diriam alguns ao que pergunto: vocês viram que foi uma imensa barra de ferro que caiu em cima, né? Pois é.






    O momento mais emocionante do episódio: a despedida de Juliet e Sawyer que embora tivesse respeitado a decisão da loira em tentar apagar tudo, não se privou do esforço em salvá-la e deixá-la ir. Já disse no post de comentários, mas digo aqui de novo. Belíssimo trabalho de Josh Holloway naquela cena, não?






    Por que Jacob ignorou Ben durante todo esse tempo? À princípio penso que tem a ver com o fato de que Ben nunca foi especial para ilha efetivamente, mas no fundo acredito que a interpretação mais correta tem a ver com o fato de Ben não ter feito os sacrifícios que teve que fazer com a fé necessária. A partir do momento em que começou a questionar tudo aquilo (e isso foi escancarado pelo jogo de manipulação a que se submeteu frente o ‘Locke bizarro’), ser desprezado por Jacob parecia ser o próximo passo natural.


    Essa ideia no entanto, bate de frente com o discurso que o próprio Jacob faz ao escolher pessoas com conflitos tentando provar que elas podem ser boas e se redimirem. O discurso parece religioso e é, afinal, no fundo é isso que pregam o cristianimo, o judaísmo, o islamismo e etc.


    Ainda sobre a cena que marcou o assassinato (provocado?) de Jacob, não posso deixar de destacar as últimas(?) palavras dele para o ‘Locke bizarro’: “Eles estão chegando.” Eles quem? A meu ver duas possibilidades: o grupo de Ilana e Bram ou o formado por Jack, Sawyer, Kate, Hurley e etc que estavam no passado, mas poderiam ressurgir no presente. Arrisca um palpite?






    A cena final: num último (?) esforço depois de acordar ferida no fundo do buraco do que um dia se tornaria a estação Cisne, Juliet pôs a mão na massa e suou para provocar o impacto da cena que aparentemente não temina em explosão, mas sim num...






    ... imenso clarão encerrando a temporada e deixando todos nós aflitos e loucos de curiosidade. O que aconteceu? A bomba explodiu ou vimos uma imensa descarga eletromagnética semelhante ou igual àquela vista no final da 2ª temporada quando Desmond gira a chave de segurança? Eu fico com a segunda hipótese e acredito firmemente que nada foi mudado na vida de Jack, Kate, Sawyer e cia. O que ocorre dali para frente? Difícil dizer, mas arrisco um chute: eles vão ‘acordar’ no presente e se juntar à guerra que enfim se define na ilha.


    Perguntas que o final da temporada não respondeu:


    Onde está a Claire, afinal? E a história de Desmond, como fica? Eloise Hawking estava certa quando disse que o 'brotha' ainda não estava acabado com a ilha? Aliás sobre ela, será que dá para imaginar um retorno à ilha ao lado de Charles Widmore?
    [/list]


    --------------------




    avatar
    fabiofcouto
    Administrador
    Administrador

    Número de Mensagens : 3172
    Idade : 37
    Warn : 0%
    Data de inscrição : 17/04/2008

    Re: Lost in Lost

    Mensagem por fabiofcouto em Sab 16 Maio 2009, 09:09

    eu ainda tenho que alugar os dvds pra seguir capitulo a capitulo desse seriado, que é bom pacas


    --------------------
    http://www.4shared.com/dir/1355807/53b7e8c0/sharing.html

    http://www.wiinnertag.com][img]http://www.wiinnertag.com/signature/fabiofcouto.jpg

    avatar
    Joao13Voltas
    Level: Hardcore Mode
    Level: Hardcore Mode

    Número de Mensagens : 1806
    Warn : 100%
    Data de inscrição : 03/04/2009

    Re: Lost in Lost

    Mensagem por Joao13Voltas em Sab 16 Maio 2009, 12:06

    É uma pena que não tenha o mesmo gosto que você.

    Você realmente se incomoda com que eu gosto ou não hein Gold? Será que você tem algum interesse afetivo em mim.

    A propósito Law and Order>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>Lost.
    avatar
    Gold
    Administrador
    Administrador

    Número de Mensagens : 1662
    Idade : 34
    Warn : 0%
    Data de inscrição : 13/04/2008

    Re: Lost in Lost

    Mensagem por Gold em Sab 16 Maio 2009, 13:41

    prison break >>>>>>>>>>>>>>>>> all


    que nada é facil saber oq voce nao gosta, basta alguem postar que gosta de algo, automaticamente voce nao gostará


    --------------------




    avatar
    Joao13Voltas
    Level: Hardcore Mode
    Level: Hardcore Mode

    Número de Mensagens : 1806
    Warn : 100%
    Data de inscrição : 03/04/2009

    Re: Lost in Lost

    Mensagem por Joao13Voltas em Seg 18 Maio 2009, 09:45

    Gold escreveu:prison break >>>>>>>>>>>>>>>>> all


    que nada é facil saber oq voce nao gosta, basta alguem postar que gosta de algo, automaticamente voce nao gostará

    Six under feet>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>.. prision break e seus fãs.

    Gold já que você está tão preocupado com que eu gosto ou não por que você não faz uma lista das coisas que você gosta pra ver se tem algo que eu gosto.

    Você está sendo um Mala sabia?

    Conteúdo patrocinado

    Re: Lost in Lost

    Mensagem por Conteúdo patrocinado


      Data/hora atual: Seg 18 Jun 2018, 22:07